quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

[FIC] Vingança || Capítulo 11: Justiça


Sou Carrie Heigh; e quando eu era uma garotinha, minha família foi morta por 'Rádius', na época desconhecido. Fui abrigada e criada por um milionário, e quando completei vinte anos, meu desejo de Vingança só aumentou, depois de eu lembrar de tudo o que aconteceu naquele dia. Agora, comando o Centro de Operações de Solária. E junto com minha amiga Linda, que controla o Sistema Eletrônico; de John, o cara que me acolheu; e Solon, um mercenário, vamos fazer a Corrupção de Solária cair, juntamente com seus coniventes. Pouco a Pouco, Rádius vai pagar muito caro por tudo o que fez. E a última palavra que ele dirá antes de cair morto, será o MEU nome. Porém, se quisermos vê-lo dentro de um caixão, precisamos destruir UMA 'Caixa Preta'. Um HD que guarda segredos sombrios de outros reinos, sejam culpados ou inocentes; e que garante a vida do desgraçado. Posso morrer tentando destruí-lo, mas ele também morrerá. Essa, não é uma história sobre perdão.




Capítulo 11: Justiça

... TRÊS HORAS DEPOIS ...

- Carrie, onde vocês estavam esse tempo todo?! Foram mais de 15 tentativas! -John perguntara, falando com Carrie ao telefone-

- Uma agente, amiga de Victoria, tentou matar Linda. Linda se feriu na barriga, mas está na emergência e ficará bem. Vi a mensagem de Solon no meu notebook e já conversei com ela. Vamos apenas eu, você e Solon até o seu Banco. Linda precisa descansar. Vamos retirar essa caixa o mais discretamente possível e destruí-la. O Próximo passo, será cortar a cabeça de Rádius. -Carrie disse-

- Ótimo. Encontraremos você na Praça Principal, perto do Banco. Leve suas luvas e suas pistolas. Seja cuidadosa, filhote. -John disse-

Carrie riu e encerrou a ligação.

... COM LINDA ...
... ENFERMARIA PRINCIPAL DE SOLÁRIA ...

"Ela era como uma mãe para mim!"

Deitada em uma cama na Enfermaria Principal de Solária, Linda estava pensativa, em relação com o que Buffy havia dito sobre Victoria.

- Victoria se mete em meu caminho, e se mata. Buffy tenta vingar Victoria, descobrindo minha farsa, e morre. Acho que a morte me persegue...

Linda suspirou. E continuou a falar sozinha:

- E eu ainda não contei para a Carrie sobre aquilo...

Linda parou de falar. Uma enfermeira entrou no quarto dela, com uma injeção em mãos.

- Tome, querida. Assim descansará. Sua barriga brevemente se recuperará.

- Não! Não me dope!

A enfermeira aplicou a injeção pela sonda.

Linda tentou tirá-la, porém a enfermeira a segurou. Em poucos segundos, Linda se sentira completamente tonta e cedeu.

- É o melhor para voce, Senhorita Linda. A senhora não pode se estressar no pós-operatório. -A enfermeira concluiu, sorrindo meigamente.-

E então saiu do quarto. Linda, adormeceu.

... MEIA HORA DEPOIS ...
... PRAÇA PRINCIPAL DE SOLÁRIA ...
... CARRIE, SOLON E JOHN ...

- Certo. Solon irá até o Banco e pegará a Caixa Preta. Conseguimos captar uma conversa. Charlie irá transferí-la daqui hoje, através de um agente. Descobrimos senha e

- Espera. Charlie?

- Sim, Charlie. -John respondeu-

E continuou:

- Descobrimos o codinome do agente e a senha para pegar a Caixa. Solon se passará por esse agente. Agente Prat. Não conhecemos, mas tudo bem.

- Charlie não é aquele do galpão de Victoria? O advogado-guardião? -Carrie perguntou-

- Sim, é ele. Enfim. Lá vou eu. Hora de incorporar o Agente Prat! -Solon disse, fazendo pose, pois estara usando um terno, digno de agente-

E então pôs seu óculos escuro, saindo em direção ao Banco.

- Pronto. Agora vamos para aquele bosque, aqui perto. -John disse-

- Bosque?

- Sim. É mais seguro. Não podemos dar bobeira com essa Caixa Preta, em praça pública.

Carrie concordou. Os dois estão foram.


... LÁ...
... 10 MINUTOS DEPOIS ...

- Linda está extremamente ligada com morte, não acha? Já matou duas pessoas, sem querer. Tenho pena dela. -John disse-

- Não fala assim, John... Ela já sofreu demais nessa vida. Minha história nem chega tão perto com a dela. Perdi minha família, virei milionária. Ela perdeu, e sofreu nas mãos de homens, como uma prostituta.

John concordou:

- Realmente... Me desculpe. Não deveria ter falado assim. Mas, me diga uma coisa, como está sendo controlar o Sistema de Solária?

- Tediante. Chato. Já disse tediante?

John riu.

Alguns segundos se passaram e os dois ficaram em silêncio.

- Já faz alguns minutos. O banco estava vazio. Solon não deveria já estar aqui? -Carrie perguntou-

E então, ouviu dois disparos.

- E ELE ESTÁ, VADIA! -Alguém gritou-

Quando Carrie e John se viraram, viram Solon, com a Caixa Preta em mãos, sendo "engravatado" pelo pescoço por Charlie, o advogado-Guardião.

- Então quer dizer que é você a espiã?! MAS CLARO! Só podia estar sendo controlada pelo pequeno e indefeso e revoltado John. Sei muito sobre você, garoto... HAHAHA -Charlie disse-

John pegou sua arma e apontou para ele.

Charlie pegou também uma arma de sua cintura e pôs na cabeça de Solon.
Solon aproveitou o movimento e jogou a Caixa Preta para Carrie, que pegou.

- ISSO FOI UM GRANDE ERRO, FILHO DA PUTA! -Charlie gritou-

E então, ainda 'engravatando' Solon, quebrou o pescoço do mesmo, ao mesmo tempo em que deu dois tiros em John.

- NÃÃÃÃÃÃO! -Carrie gritou, desesperada-

Os tiros bateram na cintura de John, porém ele, furioso, não cedeu.

E atirou aleatoriamente em Charlie, que caiu.

John foi mancando, até o advogado, que havia deixado sua arma escapar.

- Como advogado-Guardião você deveria saber o que é senso de justiça! -John gritou-

- Justiça? HAHAHAHA. R-rád-dius pode até ser um p-pouco justi-c-ceiro, mas eu sou MUITO mais ignorant-te. -Charlie disse-

John mirou a arma dele para a cabeça de Charlie e atirou, até sua munição acabar.

- SOLON, NÃO! NÃO!! -Carrie gritava, desesperada-

John chegou mancando perto dos dois. Colocou os dedos no pescoço de Solon e percebeu que não havia mais pulsação.

- Ele se foi, Carrie...

- NÃO! NÃO! NÃO PODE SER! -Carrie gritou-

- Sssssshhhh. Acalme-se! Acabou, Carrie, acabou! -John gritou-

E então pegou a última caixa preta, restocou sua munição e atirou nela, com vontade. Por fim, completou:

- Acabou! Agora podemos finalmente, com certeza e sem pena cortar a cabeça do desgraçado! Ele também pagará pela morte de Solon!

Carrie assentiu com a cabeça, com os olhos cheios de lágrimas.

- Certo. Vou ligar para o Centro de Operações. Se Charlie est-tava aqui é porque Rádius mandou. Solon era um último ajudante de Victoria. Houve troca de tiros. Charlie foi morto. Eu cheguei, e quebrei o pescoço de Solon. John, saia daqui, agora! A polícia de Solária pode chegar. Suma daqui, vai! Pegue seu carro e nao deixe ninguém ver sua perna. -Carrie concluiu-


... HORAS DEPOIS ...
... ENFERMARIA PRINCIPAL DE SOLÁRIA ...

- Meu Deus, Solon! -Linda gritou-

- Sim, Linda... -Carrie disse, triste-

- Carrie... E-eu... Eu sabia que você gostava dele... E... E era isso que estava me preocupando. Era por isso que eu estava estressada... Era por isso que eu pirei por nada. Solon era um mercenário; ele cairia fora quando o tempo dele acabasse, quando Rádius fosse morto. Não queria que você sofresse. -Linda confessou-

Carrie soltou um sorriso tímido.

- Mas isso nada importa agora. Solon está morto. Consegui fazer que o enterrassem em um bom lugar. Mas, a ÚLTIMA Caixa Preta foi destruída. Agora Linda... NADA irá me impedir de foder com a vida daquele maldito. Vamos matar Rádius, e NADA, NADA, NADA... NADA irá nos impedir. -Carrie concluiu-

- Aqui vamos nós de novo.

0 Comentários:

Postar um comentário

Críticas SEMPRE serão aceitas, mas sem palavras grosseiras.
Seu comentário é muito importante :D

Pesquisar este blog

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Ana Naykindo (fofa do Allan) | Proibida a copia total ou parcial do mesmo - Questa è La Magia Del Winx Club - Fã-Blog sem Fins lucrativos>