terça-feira, 8 de janeiro de 2013

[FIC] Vingança || Capítulo 09: Nerd


Sou Carrie Heigh; e quando eu era uma garotinha, minha família foi morta por 'Rádius', na época desconhecido. Fui abrigada e criada por um milionário, e quando completei vinte anos, meu desejo de Vingança só aumentou, depois de eu lembrar de tudo o que aconteceu naquele dia. Agora, sou uma Agente de Solária; e junto com minha amiga Linda, que é uma recruta, John, o cara que me acolheu; e Solon, um mercenário, vamos fazer o Sistema Corrupto de Solária cair, juntamente com todos os que são coniventes com esse Sistema. Pouco a Pouco, Rádius vai pagar muito caro por tudo o que fez. E a última palavra que ele dirá antes de cair morto, será o MEU nome. Porém, se quisermos vê-lo dentro de um caixão, precisamos destruir UMA 'Caixa Preta'. Um HD que guarda segredos sombrios de outros reinos, sejam culpados ou inocentes; e que garante a vida do desgraçado. Posso morrer tentando destruí-lo, mas ele também morrerá. Essa, não é uma história sobre perdão.



Capítulo 09: Nerd

... DOIS DIAS DEPOIS DA CAPTURA DE VICTORIA ...

Estamos falando de Victoria. A criadora do Sistema Eletrônico de Solária estava conspirando contra nosso Rei Rádius, juntamente com o Agente Lewis, de apenas 20 anos. Ambos estavam tentando corromper o Sistema de Solária. Porém, a confissão bombástica de Victoria nos revelou que tinha muito mais por trás dessa história. "Eu queria matá-lo!" foi o que Victoria gritou, parecendo estar em transe, devido ao Gás lançado por soldados de Solária, para que ela fosse capturada. Os dois serão indiciados e serão devidamente julgados pela Corte de Solária. De acordo com nossas fontes, uma agente de Solária que ajudou na captura de Victoria ficará no lugar da mesma. Estamos falando de Carrie Heigh. Sua amiga, Linda Hartley, cuidará do esquema de computadores. E temos mais informações! De acordo com


- Oh meu Deus! Carrie! Como você fez isso?! -Linda gritou, eufórica, fechando seu notebook antes que a repórter pudesse terminar de falar-

- Quando John foi para a mansão com Solon e você dormiu, fui até à corte de Rádius e conseguir chegar até o desgraçado. Então, contei para ele que fui eu que havia enviado a carta. Mostrei a ele que a caligrafia era realmente minha e pronto! Ele acreditou em mim. Eu disse que você é boa em computadores, o que não é mentira, e ele te deixou como Controladora do Sistema Eletrônico. Eu, ficarei no lugar de Victoria.

- Sua filha da... MEU DEUS! Mas. Como... Como ele confiou em mim?! -Linda perguntou-

- Eu disse que dei um notebook para você pois você "desconfiava" de certas coisas. Disse que foi VOCÊ que desmascarou Victoria. Eu, só mandei a carta. -Carrie respondeu-

Linda ficou boquiaberta, enquanto ria, descontroladamente.

- Conseguimos o nosso maior feito, Linda! Agora sim entramos totalmente na Corte de Solária! -Carrie disse, eufórica-

A face de Linda se mudou rápidamente. o nosso maior feito. o nosso maior feito. o nosso maior feito.

- "O nosso maior feito. " -Linda disse-


... 16 ANOS ATRÁS ...

... 1 ANO ANTES DO ATAQUE DE RÁDIUS À VILA ...

- Meus pêsames, Sergei.  Se precisar de QUALQUER coisa para criar a pequena Ester, é só falar.

- Obrigado, amigo. Eu DISSE para meus pais não viajarem... Eu pressentia que algo ruim fosse acontecer. Agora, terei que cuidar de minha irmãzinha sozinho. -Sergei lamentou-

- Sozinho NUNCA! Ester é uma bebezinha de dois anos! Terá vários tios! Tios como eu!

Sergei riu, ouvindo o amigo, enquanto passava a mão na cabeça de Ester, que estava dormindo em seu colo.

Os meses foram se passando e Sergei finalmente aprendeu a lidar com a pequena Ester, sua irmãzinha. Por morar sozinho, Sergei sempre tinha que levar Ester até seu trabalho, em um campo. Ele era o responsável por cuidar do gado local. Enquanto ele trabalhava, Ester ficava brincando com a filha do Fazendeiro.

Um ano depois da morte dos pais de Sergei, a pequena Ester perguntou o por quê dos pais delas não terem voltado da viagem.

- Eles não podem voltar, pequenininha... -Sergei respondeu, com lágrimas nos olhos-

Ester se lamentava um pouco, porém era pequena demais, ainda, para entender o que havia acontecido. A única coisa que ela deveria se preocupar era qual lápis de cor usar, enquanto brincava com a pequena Linda Hartley. Quem diria, não é mesmo? Que 15 anos depois, Ester viraria Linda Hartley, depois de ser uma prostituta de luxo; e Linda Hartley viraria a vingativa Carrie Heigh. Quem diria que as duas, atualmente, iriam estar conspirando contra um Poderoso e Maldito Rei?

Uma semana antes do ataque de Rádius à Vila, a frase que marcou a infância de Linda (ou Ester), saiu da boca de Sergei:

- Minha irmã! Ester! Consegui! Consegui uma vaga naquela nova fazenda que o Fazendeiro Milionário comprou! -Sergei gritava, eufórico-

Ester ria, com seus 3 aninhos, ainda sem entender muito bem o que ele dizia.

- Minha irmãzinha! Vou ganhar MUITO MUITO dinheiro! Ficaremos riiiiicos! Hahaha. -Sergei disse; e pegou Ester no colo-

Depois de suspirar, o rapaz concluiu:

- Conseguimos o nosso maior feito. O nosso maior feito!!!! Vamos melhorar de vida!!



- Linda?! LINDA! Está me ouvindo?! -Carrie tirou Linda de suas lembranças-

- Ah, sim. De volta à vida real. -Linda disse-

- O quê? -Carrie perguntou, franzindo a testa-

- Nada. Aqui vamos nós de novo! -Linda concluiu, dando um pulo de sua cama-

- Espere! -Carrie gritou-

Uma pausa surgiu no ambiente.

- Táááá... O que foi? -Linda perguntou-

- Certo que você quer começar a trabalhar de uma vez, mas... Ainda não dei a melhor notícia!

- E qual seria...?

- Ganhamos os ME-LHO-RES quartos DENTRO do Castelo de Solária! Eles me retiraram meu apartamento de Agente e me deram O apartamento de Victoria. Reparou bem? Eu disse "O" apartamento! É até melhor que o de Rádius! Dizem que o desgraçado é "simples" mas enfim. Lindaaaaaaaa! -Carrie gritava, animada-

- Vou sentir falta desse lugar. -Linda disse-

- Ele continuará sendo nosso.

- Sério?

- Sim. Só perderemos ele se novas recrutas forem alistadas. Sabemos, que isso só ano que vem. E até lá, se Deus assim permitir, Rádius já terá sua cabeça cortada.

Linda sorriu estranhamente, enquanto mordia seu lábio inferior.


... ENQUANTO ISSO ...

... CALABOUÇO SECRETO DE SOLÁRIA ...

- DESGRAÇADA! DESGRAÇADA! Aquela maldita! Isso é realmente verdade, porra? QUE ÓDIO! -Victoria gritava, na cela do calabouço-

- Sim, Victoria. Carrie Heigh descobriu de alguma forma o que você planejava. Tudo, graças à uma tal de Linda.

- Cacete, Steve! Essa filha da mãe nerd conseguiu me desmascarar! Mas como? COMO? -Victoria continuava gritando, tentando sacudir a grade da cela-

- Como você disse. Nerd. Linda agora cuida do Sistema de Solária. Já Carrie, ficou no seu posto de "mil e uma utilidades". -Steve disse, do outro lado da grade da cela-

- Esp-pera. O QUÊ?

 - Exatamente o que você ouviu.

Victoria suspirou.

- Abra a cela.

- Não posso te libertar agora, Victoria. Temos que planejar alguma coisa.

- Abra... a cela. -Victoria insistiu-

Steve então abriu a porta da grade. Victoria o puxou para dentro do lugar.

- Meu guardinha preferido... Você conhece nosso sistema de segurança, certo? Então... Você TERÁ que me livrar daqui. -Victoria disse, passando sua mão pelo corpo de Steve-

Em seguida, o beijou. Steve pressionou Victoria contra a parede da cela e começou a desabotoar seu uniforme de guarda.

- Não. -Victoria recuou, empurrando delicadamente o guarda-

E completou:

- Não aqui. Não agora. Talvez quando eu for liberta.

Steve bufou. Logo em seguida disse:

- Não se preocupe, minha dama. Darei um jeito de lhe tirar daqui. As chaves, eu já tenho...

Victoria sorriu, e beijou o guarda novamente.

Durante o beijo, Steve caiu, totalmente desacordado.

- Mas o que... Argh!

Victoria também foi atingida, na perna, caindo instantaneamente. Era Rádius, com uns dardos tranquilizantes.

- Gosto de praticar tiro ao alvo nas horas vagas. -Rádius disse-

- Velho maldito! MALDITO! -Victoria gritou, arrancando o pequeno dado de sua perna-

- Vindo de uma vadia, acho que é um grande elogio. -Rádius disse-

E então entrou na cela, arrancando as chaves de Steve.

- Esse traidor foi atingido no pescoço. Se o tranquilizante chegar ao coração... vai ser uma grande pena. Você teve sorte, querida. -Rádius completou-

- O que você quer?! -Victoria gritou, não sentindo sua perna esquerda-

- Nada. Ora bolas! Não posso mais visitar uma velha e bela-mentirosa amiga?

- Traidora é mais digno. Mereço um rótulo decente. -Victoria debochou-

Rádius forçou um sorriso-debochado, balançando um molho de chaves que retirara de Steve.

- Quando vou perder meu pescoço? Digo, não é isso que você faz?

Rádius virou de costas para Victoria, olhando para o calabouço.

- Não não não. Prefiro deixar você aqui. AQUI. Comendo macarrão com salsicha e bebendo água quente. Soou muito maléfico? Perdão.

Quando Rádius se virou, foi golpeado por Victoria.

- Eu sei lutar, seu desgraçado! -Victoria gritou, roubando um último dardo tranquilizante que sobrara, do bolso de Rádius-

Em seguida, tentou aplicá-lo no pescoço do Rei. Porém, Rádius reagiu.

- Maldita! -Rádius gritou, tentando imobilizar a morena-

Depois de alguns segundos de resistencia, Victoria chutou Rádius, que cedeu um pouco. E então, novamente tentou aplicar o tranquilizante nele. O rei socou a barriga da mesma, que acabou atingindo a própria perna, invalidando seu plano.

- Desgraçado! Eu vou te destruir, maldito! -Victoria gritou-

E então arrancou o dardo de sua perna. Imediatamente, sangue começou a jorrar.

- Mas que porra...?

Victoria tentou estancar o sangue com sua mão, mas ele não parava. Uma hemorragia estava ocorrendo.

- Pelo amor de Deus, me ajude! -Victoria gritou-

Rádius nada disse. Apenas saiu da cela, levando o molho de chaves de Steve.

- VOCÊ NÃO PODE ME DEIXAR MORRER, DESGRAÇADO!


... DO LADO DE FORA DO CALABOUÇO ...

- Que cara é essa, Vossa Majestade?!

- Guarda, ligue para a equipe médica e mande ajuda para o calabouço. Victoria está morrendo. -Rádius ordenou-

- Mas...

- Apenas faça isto! Ela atingiu uma veia na perna dela com o lado contundente do dardo tranquilizante. Essa veia, é ligada ao coração. Ela precisa de ajuda, agora! É uma hemorragia!


... CENTRO DE OPERAÇÕES DE SOLÁRIA ...

- Como vocês devem saber, a partir de hoje nós cuidaremos do Sistema de Solária. Eu, do Geral. Linda, do Eletrônico. -Carrie começara um discurso no Centro de Operações-

- Exato. E é com muito prazer que entro neste belo Sistema. Espero que possamos trabalhar juntos, para um bem maior. -Linda disse, usando da maior falsidade que podia no momento-

Os agentes que alí estavam aplaudiram.

- É verdade que Victoria traiu nosso reino? -Um jovem perguntou-

Carrie suspirou, fingindo um drama.

- Pois é. Infelizmente Victoria foi consumida pela sede de poder e pela ganância... Mas, agora é um novo início! -Linda disse-

Mais uma salva de palmas surgiu.

Linda então concluiu:

- Vamos trabalhar! Sou uma nerd, meus amores. Uma nerd legal. Vamos fazer desse Centro de Operações, o melhor! O melhor Centro que Solária jamais teve. É a nova geração!


... QUARTO DE RÁDIUS ...

- Vossa Majestade? -Um guarda confiante de Rádius bateu à porta, chamando por seu rei-

- Entre, por favor.

O Guarda entrou, fechando a porta logo em seguida.

- Novidades sobre aquele novo caso dos entorpecentes? -Rádius perguntou-

- Não não, Senhor... É... É sobre Victoria. -O Guarda disse-

- A vadia foi salva?

- Não senhor. Os médicos tiveram que fazer uma cirurgia de emergência. A veia foi restaurada e tudo deu certo. Mas...

- Mas...? Se tudo deu certo; ela foi salva, não?

- Victoria foi salva, Vossa Majestade. Porém... ela está morta.

- O quê? -Rádius se sentiu confuso demais-

O Guarda suspirou.

- Na cirurgia, deu tudo certo. A veia foi restaurada; os remédios foram dados; porém alguém cometeu o erro de deixá-la na Sala Principal de Medicamentos. Victoria tomou um vidro inteiro de comprimidos anti-depressivos.

Rádius arregalou os olhos.

O guarda então concluiu:

- Victoria teve uma overdose. Ela se suicidou.

Rádius balbuciou alguma coisa.

- Está tudo bem com o senhor? -O Guarda perguntou-

- Er... Sim. Eu... Eu só... Eu só não acredito que aquela filha da puta se matou. Eu achava que ela iria tramar uma Vingança sem fim e que seria má sucedida novamente. Eu imaginava que ela iria apodrecer naquele calabouço. Mas que seja. Vai apodrecer no inferno... Combina mais com a personalidade dela.

Rádius riu deliciosamente; como se estivesse saboreando algum alimento preferido. E, pensando bem, ele estara realmente se deliciando no doce sabor da vitória. Vitória, em cima de Victoria. Cruel, não é? rs

O Guarda então se retirou do quarto.

... DO LADO DE FORA DO QUARTO ...

... COM O GUARDA ...

- Minha vadia? Haha. Prepare sua boquinha linda para nossa noite de prazer. Rádius caiu direitinho. Seja livre, meu amor. Só não se esqueça de passar na guarita da barreira para devolver meu favor. -O guarda estava falando com alguém pelo telefone-

- Muito obrigada, Stuart... Mal posso esperar para conhecer seus dotes. -Victoria riu ---- E nunca me esquecerei de você, lindo. Finalmente sairei desse caralho de lugar. Estou morta, não é mesmo? Já subornei outros guardas e funcionários para cremarem um corpo de uma mendiga bêbada que apareceu por aqui. FINALMENTE LIVRE!

O Guarda riu, encerrando a ligação logo em seguida.
Ele tem o idéia do que havia acabado de fazer?

Se ele não tem, você deve ter. Victoria, conseguiu escapar do inferno.
Um feito, que Linda, nossa Nerd, mal pode esperar para fazer.

Porém, somente quando sua Vingança - Ao lado de Carrie - for cumprida; ela poderá se livrar do demônio que chamam de Rei... Do demônio que chamam de Rádius.

0 Comentários:

Postar um comentário

Críticas SEMPRE serão aceitas, mas sem palavras grosseiras.
Seu comentário é muito importante :D

Pesquisar este blog

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Ana Naykindo (fofa do Allan) | Proibida a copia total ou parcial do mesmo - Questa è La Magia Del Winx Club - Fã-Blog sem Fins lucrativos>